Lesson 1: Thinking about the future

4. Porque é que o nosso mundo precisa de ficção científica?

Porque é que o nosso mundo precisa de ficção científica?

Apesar de não haver uma definição universalmente aceite, a ficção científica normalmente ocupa-se de mundos que diferem do nosso, como resultado de novas descobertas científicas, novas tecnologias ou diferentes sistemas sociais. De seguida, analisa as consequências desta mudança.

Devido a esta ampla definição, a ficção científica pode ser utilizada para refletir sobre questões relacionadas com a ciência, a política, a sociologia e a filosofia da mente, bem como sobre qualquer pergunta sobre o futuro. Assim, a ficção científica é importante por três razões:

1 - Contemplar mundos que são logicamente possíveis.
A ficção científica pode ser usada para explorar o nosso lugar no universo e refletir sobre questões filosóficas fundamentais da natureza da realidade e da mente.

2 - A ficção científica pode inspirar mais pessoas a tornarem-se cientistas, futuristas, filósofos e empreendedores.
Carl Sagan foi influenciado por Robert A. Heinlein e o físico teórico Michio Kaku desfrutou da série de televisão Flash Gordon quando era criança.

3 - A ficção científica é o único género que descreve a forma diferente como a sociedade poderia funcionar.
Este é o primeiro passo para o progresso, uma vez que nos permite imaginar o futuro que queremos e pensar em formas de trabalhar para o alcançar. Torna-nos ainda conscientes dos futuros que desejamos evitar e ajuda-nos a preveni-los.

EXEMPLO 5 Porque é que o nosso mundo precisa de ficção científica, por Etienne Augé

Na apresentação de Etienne Augé, no evento TEDx Erasmus University, deu a sua definição de ficção científica: ”A ficção científica á a prevenção e a invenção do futuro”. Ele tentou ainda responder à pergunta: Porque é que o nosso mundo precisa de ficção científica?

Na verdade, o futuro não existe. A ficção científica está cá para prevenir e inventar o futuro.
A ficção científica é a prevenção e a invenção do futuro, não a previsão.
No âmbito da ficção científica, a pergunta fundamental é a seguinte... E se?
E se, por exemplo, pudéssemos voar até Marte?
Faz frequentemente perguntas com a expressão "e se"?